Crônica
fm.simoes@terra.com.br
  • Poemas
  • Crônicas
  • Biografia
  • Fotos
  • Prêmios
  • Produção e Administração

     

    RECOMEÇA TUDO NOVAMENTE


    Todo ano quando chega esta época é de bom alvitre nós desejarmos um Feliz Natal e Próspero e também Feliz Ano Novo a todos os nossos amigos e amigas e familiares. Aqui estou a repetir mais uma vez este anseio a todos vocês e o faço de coração embora meio desconfiado que nem tudo “vai dar certo”.

    Farei agora rápidos comentários. Quero me referir primeiro ao Natal. Quem me conhece sabe que as canções natalinas muito mais me deprimem do que me enlevam como acontece com tantos. Ademais, por pesquisas sérias que já fiz há divergências quanto ao período em que Cristo teria nascido. O mais provável é que Ele haja nascido em Junho ou Julho, e não em Dezembro.

    Um documento que explica isto tudo eu o tenho em meus arquivos e posso enviar a quem o desejar. Ele informa nos mínimos detalhes a “Origem do Natal”. Mas como isto agora parece não vir ao caso, embarquemos todos na mesma “canoa” e Feliz Natal para amigos e amigas, em Dezembro.

    De qualquer maneira lembro o que está no estudo que pesquisei há uns anos atrás que dá como referência maior e as explicações necessárias para o Natal não ser em Dezembro, em (Lucas 2:7-9). Esta citação é retirada da Bíblia Sagrada.

    Quanto ao novo ano, estamos chegando nele e assim vou, desde já, desejando a todos, repito amigos e amigas e familiares, um próspero e feliz ano novo. Também aqui me permitam fazer algumas observações que julgo necessárias, embora de certa forma elas possam parecer bem humoradas, o que não é mal.

    Vejam que em 2014 muitos de nós, eu inclusive, teremos a tristeza de ver nosso time de futebol, no caso o Vasco, disputando mais uma vez a segunda divisão do campeonato brasileiro de clubes. Aliás, o ex-craque Roberto, como administrador, está mesmo sendo um fracasso.

    Ninguém pode discordar visto que o Vasco vai para a segundona pela segunda vez, em apenas 3 anos de dois mandatos do Roberto. Só lembro que eu avisei a alguns amigos que isto poderia acontecer, já que jamais confiei nele, o Roberto, em função de Administração. Ele não pode ficar eternamente a pôr a culpa no ex, o Eurico Miranda, pelo descontrole das finanças do clube, como já o fez, aliás.

    Igualmente tenho tantos amigos e amigas que são tricolores e que sabem vão ter também um Ano Novo, em 2014, de gozações e amarguras, pois eles, como nós vascaínos, caíram para a Segunda Divisão do Brasileiro já pela segunda vez. Algo inédito foi o fato de o Fluminense ter sido campeão Brasileiro no ano passado e logo a seguir, em 2013, descer de nível. Lamentável.

    E vamos lembrar que no próximo ano teremos a Copa do Mundo neste Brasil, ainda brasileiro, mas desengonçado, que não cumpre prazos nem obrigações, com estádios que nem podem garantir quando ficarão prontos. O fato é que já venceram todos os prazos combinados com a D. FIFA.

    Enquanto isso nós seguimos dando os piores exemplos com torcidas se digladiando, ferindo e matando “adversários” que não torcem pelo nosso time. Barbaridade. E as autoridades de braços cruzados a dar desculpas esfarrapadas, porém nem colocando policiais suficientes e necessários para tentar impedir essas tragédias mais do que anunciadas e tão repetidas. Futebol brasileiro!!

    Não bastassem essas amarguras para muitos ainda temos que lembrar ser 2014 um ano de eleições. E que eleições, gente amiga. Logo vamos começar a receber mensagens mal formuladas, com as denúncias e acusações de sempre ao atual governo, este que não está nem aí, pois parece que quanto mais batem na D. Dilma mais ela volta a crescer nas pesquisas. E daí? Que fazer?

    Hoje não temos mais oposição competente, pelo contrário, nem entre os Partidos que se dizem contra o Governo nem entre tanta gente boba que sequer sabe conduzir uma campanha pela internet com mensagens geralmente ridículas que mais parecem carros alegóricos. Uma tristeza. Eu as deleto de imediato.

    Por outro lado se voltamos nossa cabeça para o lado oposto não vemos nenhum candidato ou candidata que sejam dignos de nossa total confiança para exercerem o poder maior deste país e fazer melhor que os últimos governos. Nem adianta indicar este ou aquele, é tudo, como dizem alguns comentaristas políticos, “farinha do mesmo saco”.

    Os tucanos devem estar doidinhos para retomar o poder, mas agora certamente só trazendo de oposição as promessas de sempre, aquelas que no fundo sabem que não irão cumprir também. O provável candidato deles serve mais como modelo para passarelas e se em vez dele for o outro pretendente, o tal de Serra, só lembro que este tem o maior índice de rejeição de todos os candidatos, e não é sem motivo.

    Quando iremos sair deste permanente confronto entre petistas x tucanos? Quando surgirá alguém, ou alguns, em quem possamos depositar nossa confiança sem receio de sermos traídos por ter votado em algo novo, diferente, que depois também nos decepcione por carregarem os mesmos vícios da política brasileira?

    Depois disto tudo eu prefiro encerrar com a mensagem do início deste texto, para cima. Apesar de todos os pesares, reafirmo meus votos de um Feliz Natal e um próspero e Feliz Ano Novo para todos vocês. Se você acredita em Deus, reze, mas reze muito que nós e o país vamos precisar de muita proteção divina. Se você é ateu, por favor, torça, torça e muito, pois 2014 já se prenuncia como um ano que vai nos oferecer uma travessia nada fácil.

    E o mundo não tem mais NELSON MANDELA.


    Francisco Simões. (Dezembro/2013).