Crônica
fm.simoes@terra.com.br
  • Poemas
  • Crônicas
  • Biografia
  • Fotos
  • Prêmios
  • Produção e Administração

     

    DA EMOÇÃO DE SER CORINTHIANO


    Repito o que já disse outras vezes: sou vascaíno pela genética, filho, neto, bisneto e trineto de portugueses, não podia dar outra, pois. Já escolher o Corinthians para ser seu outro time, foi uma questão de amor à primeira vista, aos 9 anos, uma questão de coração, de emoção que não se explica, apenas se sente.

    Gosto sim de futebol, do bom futebol, não das brigas, das tais rivalidades esportivas que têm levado a muita desgraça atualmente, até com mortes de torcedores, algo bem irracional por pessoas que não são desportistas, porém marginais disfarçados. Isto eu deploro e condeno, sempre.

    Quem me conhece sabe que também defendo uma “tese” que não é entendida pela grande maioria, mas eu nem ligo, sou como sou, e sou feliz assim. Prefiro o amor, a paz, acima das tais rivalidades esportivas que deploro. Jamais em toda minha vida eu torci contra um time brasileiro a favor de outro estrangeiro. Sei que muitos fazem isto, os bobos que não conseguem superar uma rivalidade nada sadia, antipatriótica, que hoje à noite estarão torcendo pelo time argentino do Tigres contra o S. Paulo simplesmente porque não torcem por este..... barbaridade!

    Isto não é ser esportista, mas vingativo, mesquinho, bobalhão, entre outras coisas que nem digo, pois sou educado. E pensar que divulgaram uma pesquisa que teria sido feita na internet e que nela parece que 90% teriam dito que iriam torcer contra o Corinthians...Ha ha ha... certamente domingo estarão também torcendo contra... pois que torçam, que se mordam de raiva, que espumem sua ira contra porque não entendem o esporte pela visão da amizade, da paz, do amor, do ser patriota acima das diferenças esportivas quando torcem em nossos campeonatos.

    No jogo de hoje parabéns ao Al Ahly, o time do Egito. Eles foram leais, guerreiros, pressionaram muito o Timão no segundo tempo, e este se defendeu muito bem e soube sair vitorioso. Este futebol eu aplaudo, reconheço as virtudes do adversário porque cada um esteve defendendo o seu objetivo. Ganhamos como poderíamos ter perdido. Assim é o futebol, assim é o esporte.

    Que venha o adversário da final. Amanhã, entre o Monterrey do México e o Chelsea da Inglaterra sairá nosso próximo adversário. O vencedor será o novo campeão mundial de clubes da FIFA. Para os que não saibam o Timão busca o bi campeonato que somente o Santos de Pelé conseguiu, e o S. Paulo chegou ao tri campeonato mundial disputando pelas duas fórmulas, a antiga e a atual.

    Foi lindo ver uma quantidade imensa de milhares de torcedores do Corinthians, num frio de 3 graus, torcendo, cantando. Vibrando lá do outro lado do mundo. Do time egípcio havia apenas uns 200 torcedores. Do Brasil mandavam muita energia outras centenas de torcedores que se reuniram na sede do Timão, em S. Paulo. Como disse alguém: com o Corinthians é sempre sofrido, e se não for assim não vale. É verdade.

    Era o que eu queria dizer agora e quem não concordar comigo, quem for do contra, que delete o texto e não leia a minha expressão sincera, verdadeira, de coração, de um esportista que tem suas posição bem definidas e não tem medo de cara feia. Salve o Corinthians, quem sabe bi campeão mundial? Vamos ver. Que vença o melhor mas num futebol bem jogado, leal, vitória no campo apenas.


    Francisco Simões (12/12/2012)